Como agir quando as crianças fazem birra

A maioria das crianças entre dois e quatro anos têm aqueles acessos de birra quase incontroláveis, que deixam seus pais sem saber como agir.

Passo a passo:
1. Antes de tudo, mantenha a calma. A birra é consequência do começo da percepção que a criança tem de si como um
ser individualizado com vontades, mas que ainda não entende que para viver em comunidade ela tem que ceder.
Quando seu gosto é contrariado, surge um conflito de poder com os pais. Por volta dos cinco anos a criança já começa a
lidar melhor com a necessidade de ceder e as birras vão acabando.

2. Não castigue-a, não perca tempo tentando fazê-la entender, não discuta e não entre numa batalha de forças com a
criança. Tente distraí-la, faça-a rir, e tente sutilmente fazer o que delas se pretende.

3. Se necessário, afaste-a por um tempo, por exemplo, deixando-a em seu quarto, até que ela volte a razão.

4. Muita birras se dão na hora das refeições. Não meça forças com a criança, obrigando-a a comer algo. Vai ser algo muito desgastante e por mais que consiga fazer com que a criança coma determinado alimento naquele momento, isso pode gerar uma aversão futura por este tipo de comida. Hábitos alimentares se passam por meio de exemplos dos pais.

5. A maioria das crianças volta ao normal, logo após sentirem que expressaram a sua vontade. Tenha paciência.

6. Procure um psicólogo quando estas birras passarem a ser muito freqüentes ou os pais começarem a perder o prazer da companhia da criança.

Fonte: www.cafecomjesus.com.br

Confira matérias relacionadas: