Dieta das Calorias Inteligentes é a nova alternativa para emagrecer

Depois da Páscoa, o assunto entre as mulheres é sempre o mesmo: “Ah, comi demais. Engordei 2kg”; ou então: “Não sei como eu faço para emagrecer, já tentei tantas dietas”, e ainda há aquelas pobrezinhas: “Coitada de mim. Não como chocolate há semanas e mesmo assim os quilinhos permanecem”.

A verdade é que emagrecer pode ser uma guerra. E, como todas as guerras, você passará por muitas batalhas, dentre elas a Páscoa. Ou vai dizer que é fácil resistir a um ovo de páscoa trufado?

Isso também não quer dizer que você passará imune e intacta a todas essas batalhas, mesmo porque ninguém é de ferro. O importante é manter o foco no resultado final e, enfim, ganhar esta guerra.

Para quem já está decidido a enfrentar essas lutas, uma estratégia de combate pode ser imprescindível. E é aí que entra o novo programa de reeducação alimentar Calorias Inteligentes. O objetivo do programa é um só: fazer a mulher emagrecer com saúde em 10 semanas e, depois, fazê-la manter seu peso.

Após tantos anos de brigas contra a balança, depressão, vergonha de usar aquele vestidinho lindo ou até daqueles momentos de reclusão total debaixo das cobertas, vendo filme e ingerindo pipoca, chocolate e refrigerante, você finalmente pode ter achado um aliado perfeito.

O programa de reeducação alimentar calorias Inteligentes foi desenvolvido pelo Instituto da Saúde Integral (ISI) e surgiu como uma alternativa para as pílulas “milagrosas” e dietas prejudiciais, que colocam em xeque nossa saúde e vivem nos deixando sob o “efeito sanfona”, ou seja, aquele engorda e emagrece em curto espaço de tempo.

A falta de informação a respeito dos alimentos
Infelizmente, a maioria das pessoas ainda é bastante ignorante a respeito dos valores nutricionais de cada comida e, muitas vezes, até faz pouco caso ao saber que um determinado alimento possui muitas gorduras saturadas, por exemplo. Além disso, ao comprar um mantimento, o consumidor brasileiro dá preferência ao sabor e ao preço, e não ao benefício nutricional que o alimento pode atribuir pessoa.

Avaliando esse cenário, o ISI concluiu que é justamente essa falta de informação é uma das maiores inimigas da boa alimentação.

Um exemplo são os rótulos dos produtos alimentícios, que trazem dados sobre calorias, quantidade de carboidratos, total de gordura saturada e outros números que são muito importantes do ponto de vista nutricional. O problema é que a maioria das pessoas não tem a mínima idéia de como usar essas informações a seu favor.

Projeto e conceito
“A metodologia Calorias Inteligentes tem como objetivo a reeducação alimentar, e não há nenhum alimento proibido. Nosso diferencial é atender as necessidades específicas de cada pessoa, respeitando suas preferências. Por isso, elaboramos uma tabela de alimentos que associa os valores calóricos a um indicador de qualidade nutricional, o que permite escolher melhor os alimentos”, adianta a psicóloga Liz von der Maase, uma das coordenadoras do projeto.

O programa Calorias Inteligentes, portanto, pode ser considerado um indicador de qualidade nutricional, na medida em que traduz as informações complexas sobre os alimentos numa linguagem fácil de entender e simples de se aplicar no dia-a-dia.

Para diferenciar os alimentos, ele utiliza apenas dois códigos: números e cores. Os números servem para informar o valor calórico dos alimentos. Por exemplo, uma Caloria Inteligente (K) equivale a 10 calorias.

Já as cores ajudam a melhorar a qualidade nutricional da alimentação. Elas permitem reduzir o consumo de gorduras perigosas para o coração – gordura saturada e trans - e facilitam a escolha de alimentos que saciam mais a fome e geram menor produção de gordura no organismo.

A Caloria Inteligente pode ter três cores: verde, amarelo e vermelho. As cores sinalizam a presença de gorduras saturada e trans, sódio e índice glicêmico existentes em uma porção de alimento, sendo que o tamanho da porção varia conforme o produto.

– Calorias Inteligentes Verdes
Indicam os alimentos que fazem a balança trabalhar a seu favor. São perfeitas do ponto de vista nutricional e são funcionais, ou seja, quando ingeridas, levam saúde para dentro do seu corpo. O consumo de alimentos com essas calorias é liberado, mas desde que você observe seu número de Ks (calorias).

– Calorias Inteligentes Amarelas
Indicam os alimentos que apresentam níveis moderados de gordura saturada, gordura trans, índice glicêmico e sódio. São indispensáveis para o bom funcionamento do seu corpo, quando consumidos com moderação. O limite diário recomendado é de até 20 bolinhas. “As bolinhas são os símbolos indicadores de qualidade nutricional que nós adotamos para o Calorias Inteligentes”, explica Liz.

– Calorias Inteligentes Vermelhas
Indicam os alimentos que possuem altas concentrações de gordura saturada, presença de gordura trans, alto índice glicêmico ou alto nível de sódio. Ou seja, se consumidos em excesso, além das porções diárias recomendadas, podem prejudicar a saúde, bem como proporcionar ganho de peso com mais facilidade. O limite diário recomendado é de até cinco bolinhas.

De acordo com o ISI , controlando o número de Calorias Inteligentes e suas cores correspondentes, fica fácil atingir ou manter o peso ideal de uma maneira saudável, sem sofrimento e sem complicações.

Resultado
Para chegar lá, um kit que promete revolucionar o conceito que as mulheres possuem a respeito dos alimentos, ajudará você. Com ele, é possível aprender mais sobre as características dos alimentos, além da quantidade de calorias de cada um. Assim fica mais fácil fazer as escolhas adequadas para manter-se saudável e dentro do peso. Sabe por quê?

Porque você vai querer isso. Os alimentos saudáveis terão um sabor e uma importância mais especial quando você entender o verdadeiro valor deles.

De acordo com Liz von der Maase, o kit é composto por material de apoio. “São dez cadernetas para anotações, uma tabela de bolso, um conta passos, uma caneta, um livro com toda a metodologia Calorias Inteligentes e dez semanas de acompanhamento individualizado realizado por uma equipe de Terapeutas Nutricionais com atendimento via telefone, chat ou e-mail”, explica a coordenadora. Esses profissionais ficam encarregados, então, de para dar suporte e esclarecer qualquer dúvida em relação alimentação e busca pelo peso ideal.

“A perda de peso de cada um varia de organismo para organismo, pois cada um tem sua meta diária de Ks permitidas. Tem gente que perde até 2kg por semana. Mas fazendo uma média geral, podemos dizer que a pessoa pode perder, em média, de 5kg a 20kg em todo o programa”, finaliza Liz.

Serviço:
ISI
Avenida Brigadeiro Luis Antonio, 4957, São Paulo
Telefone: (11) 3882-1519

Por Nadia Heisler

Fonte: cristianaarcangeli.terra.com.br/site/saude.aspx?flg=1&id=5786&id_categoria=82

Confira matérias relacionadas: