Ponha na cabeça: casamento NÃO muda o comportamento de ninguém

Foto: Reprodução / OLYA94/SHUTTERSTOCK

Após um longo período de namoro, a ideia de casamento naturalmente começa a aparecer com maior frequência entre os casais. A convivência ainda permite que os parceiros identifiquem de forma clara os defeitinhos do outro, além dos comportamentos que consideram negativos.

Os mais apaixonados e esperançosos costumam tentar ignorar as falhas e apostam em grandes mudanças após a união, algo que raramente acontece. Portanto, imaginar que o simples ato de subir ao altar poderá transformar a pessoa costuma ser um engano que traz frustrações e decepções.

Pessoas mudam depois de casar?

O casamento muda, sim, a dinâmica entre os casais e pode promover pequenas alterações de hábitos e comportamentos, mas se há atitudes que seu parceiro ou sua parceira tem e que você considera graves, entenda que o problema dificilmente será contornado de maneira prática.

Isso vale especialmente para hábitos considerado “juvenis”: beber demais, sair demais, gostar de passar mais tempo com os amigos do que com você, mentir, jogar charme para outras pessoas, provocar ciúme propositalmente, etc.

Se a pessoa com quem você se relaciona faz coisas que te desagradam e, mesmo conversando com ela, não consegue ou não tenta mudar, não se engane: não é o casamento que irá mudá-la.

Por mais que ela possa mudar essas atitudes no futuro, não será por acontecimentos externos, mas sim por um desejo íntimo e pessoal de mudança, que pode vir com o amadurecimento ou uma realização de que é preciso mudar.

O que fazer?

A mensagem final é: se há algo que realmente te incomoda no companheiro ou companheira, é válido manter o diálogo aberto e deixar claro por que determinados comportamentos não são por você considerados agradáveis ou aceitáveis. Assim, é possível perceber a disposição do outro em reconhecer as supostas falhas e sua vontade interna de mudar ou não.

Esperar que o parceiro ou parceira mude completamente depois do casamento, além de alimentar uma ilusão, é ainda injusto com o outro. Afinal, se você nunca apontou as atitudes do outro como negativas, não poderá exigir que ele se dê conta do fato sozinho ou mesmo seja obrigado a se comportar da forma como você deseja e espera.

Fonte: Vix

Confira matérias relacionadas:

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *