Seios saudáveis e bonitos.

cuidar_seios.jpgOs seios merecem cuidados especiais para ficarem lindos e saudáveis. A hereditariedade é um fator importante para o formato dos seios. A carga genética é que vai dizer se os seios são pequenos, médios ou grandes. Independente do tamanho o importante é cuidar deles com muito carinho e atenção.

Os seios são formados por tecidos gordurosos. Isso quer dizer que não possuem músculos. Eles são apoiados nos músculos peitorais e é essa região que você deve fortalecer através de ginástica localizada ou a prática constante de esportes. As atividades mais indicadas são a natação, o vôlei, o handebol e o basquete.

Segundo pesquisas realizadas nos Estados Unidos, as mulheres que praticam alguma atividade física regularmente, possuem 20% menos chances de ter alguma doença nas mamas.

Aqui vai uma dica importante: quando for praticar uma atividade de alto impacto, como pular ou correr, é preciso usar uma malha bem aderente para que os seios não balancem muito e acabem rompendo as fibras de sustentação.

A alimentação é outro fator bastante importante para a saúde dos seios. É necessário ingerir alimentos menos gordurosos e mais ricos em fibras, como por exemplo, as frutas, as verduras e os legumes. Estes alimentos previnem o câncer de mama. Também é aconselhável eliminar o cigarro e moderar nas bebidas alcoólicas.

Hidratação e tonificação
A pele dos seios é muito frágil e, por isso, resseca com certa facilidade. Assim é necessário utilizar com freqüência cremes, óleos e loções hidratantes apropriadas para cada tipo de pele, na intenção de evitar estrias, flacidez e também o envelhecimento precoce. É recomendado usar produtos diariamente, de preferência depois do banho, porque a pele ainda está úmida e facilita a penetração do produto.
Para tonificar, nada melhor do que um algodão embebido em loção tônica gelada, após o banho.

Cautela com o “efeito sanfona”
Para ter seios bonitos e saudáveis é necessário manter o mesmo peso. O fato de engordar e depois emagrecer bruscamente pode trazer conseqüências terríveis para os seios. Esse “efeito sanfona” pode acabar com a elasticidade da pele das mamas, fazendo aparecer as indesejáveis estrias. Vale lembrar que as estrias, quando em casos extremos, não possuem tratamento, a não ser a intervenção cirúrgica.

Seios, gravidez e amamentação
Na gravidez, os cuidados com os seios devem ser redobrados. Não existe o perigo de deformar as mamas, porém, o efeito engordar e emagrecer, como já foi mencionado, pode deixar os seios flácidos e com estrias. Nesse período é preciso o acompanhamento médico para não acontecer mudanças drásticas de peso.
Na gestação, os seios aumentam, mas depois da amamentação costumam voltar ao normal.
Portanto, não deixe de amamentar o seu filho. Além de contribuir para a saúde da criança, estará também diminuindo os riscos de um câncer de mama.

Menopausa
Na menopausa, os seios começam a diminuir de tamanho por causa da redução das forças dos tecidos glandulares. É nesse período que a mulher deve fazer o auto exame com mais cautela, pois a incidência de câncer costuma ser maior.

Seios: todas as dicas

Para quem tem seios pequenos:
Use e abuse das malhas sanfonadas e grossas;
Prefira os decotes redondos;
Use roupas com cintura marcada;
Prefira as palas plissadas ou franzidas;
Abuse das peças sobrepostas;
Use tomara-que-caia folgado com elástico na parte de cima.

Para quem tem seios grandes:
Use os decotes em “V”;
Evite roupas transparentes ou colantes;
Use camisetas do tipo masculino, com cores escuras;
Não use nenhum tipo de franzido na altura do peito.

Para todas:
Para cortar os pêlos em volta dos mamilos, use uma tesourinha bem rente a raiz. Evite arrancar os pêlos com uma pinça;
Se você deseja que os pêlos sumam por completo são necessárias duas ou três seções de eletrocoagulação;
Coloque um lápis embaixo dos seios, na horizontal e mantenha as costas retas. Se a dobra dos seios conseguir “segurar” o lápis é sinal de que eles estão flácidos;
Mantenha uma vida sexual regular para evitar o câncer de mama;
Ao expor os seios ao sol, não esqueça de usar um filtro solar;
Prefira alimentos ricos em vitaminas, sais minerais e proteínas. Evite gorduras e carboidratos.

Confira matérias relacionadas: