Saiba tudo sobre depilação

Foto: Reprodução / VIX

Se antigamente o problema da depilação era quase sempre resolvido com a lâmina do marido ou de alguém lá de casa, hoje as mulheres levam o assunto mais a sério. O seu tipo de pele e pêlo e a frequência com que pretende repetir a operação são fatores que influenciam a escolha de um método. Faça uma revisão nos seus conhecimentos sobre o assunto, e veja se não está na hora de mudar a forma de você encara a depilação:

Lâmina
Tem um jantar daqui a meia hora e queria levar aquele vestido novo? O problema é que não fez a depilação… Nestes momentos a tentação de recorrer a lâmina é quase inevitável. É, sem dúvida o processo mais rápido, mas isso não o torna mais eficaz. É que ao fim de poucos dias terá os pêlos de volta.

Se você usa este método habitualmente, escolha uma lâmina desenvolvida especialmente para depilação (ressecam menos a pele) e aplique sempre um gel ou espuma para este efeito, para prevenir cortes ou outros problemas na pele. Mude de lâmina com frequência para evitar infecções e aplique sempre um creme no final. E prepare-se, porque ao fim de três ou quatro dias você terá que repetir o processo.

Creme depilatório
Existem muitos cremes no mercado para este efeito. O melhor é experimentar vários para os comparar e perceber qual é o mais indicado. Aconselha-se que na primeira vez aplique o creme numa zona reduzida da perna para se certificar que não vai causar nenhuma alergia ou irritação na pele. É que alguns destes cremes têm produtos que se podem tornar um pouco agressivos, sobretudo para peles muito sensíveis. Por isso é importante que você faça primeiro um teste.

Este método é possivelmente o menos doloroso, pois as substâncias químicas que constituem estes cremes enfraquecem os pêlos facilitando a sua remoção. É importante que você leia e respeite as instruções de aplicação do produto. Se a indicação é para manter o creme durante dois minutos antes de iniciar a depilação, não espere cinco minutos para obter melhores resultados. Com isso pode conseguir uma irritação da pele ou uma alergia bastante desagradável.

Depiladora elétrica
Este método, pode facilitar a sua vida em alguns aspectos. Basta comprar o aparelho para depilar-se quando quiser, sem hora marcada. Pode levá-lo consigo para férias e fins de semana. A depilação é mais duradoura do que com a lâmina, mas as primeiras depilações são dolorosas. Após algumas sessões estará habituada a sensação, mas este tipo de depilação não costuma resultar muito bem nas áreas mais sensíveis como as virilhas ou axilas.

Depois de qualquer tipo de depilação, independentemente do método que você usar, deve aplicar um creme hidratante!

Cera
Se você procura um método que combine eficácia e preço, então este parece ser o mais indicado. Os pêlos demoram mais tempo a crescer e, se usado continuamente, enfraquece-os. O único ponto negativo é que os pêlos não podem estar muito pequenos, caso contrário a cera não consegue removê-los. Convém que a depilação seja realizada por uma pessoa experiente. É o suficiente para tornar o processo bem menos doloroso e mais eficaz. A cera quente consegue melhores resultados porque o calor provoca a dilatação dos poros, o que torna a remoção dos pêlos mais fácil.

Pela incapacidade de dilatar os poros, a cera fria, apesar de eficaz, torna-se mais dolorosa. Existem sistemas de roll-on que funcionam com cera ligeiramente aquecida. O processo de utilização é sempre igual em todos os métodos de depilação com cera. Aplica-se uma banda de cera com cerca de 10/15 cetímetros de comprimento e 5/8 centímetros de largura e retira-se num movimento único e brusco, no sentido inverso crescimento do pêlo (ou seja, de baixo para cima). Se optar pela cera, durante cerca de um mês os pêlos não a incomodarão.

Depilação definitiva:

– laser e electrocoagulação

Quem optar por este tipo de depilação já sabe que vai sair caro. Mas, se calcular quanto é que vai gastar em depilações ao longo da vida, conclui que até pode estar poupando gastos. Estes dois processos de depilação concretizam o sonho de se ver livre de pêlos para sempre. Mas o fato de serem métodos definitivos não significa que resolvam o problema de um dia para o outro…

A depilação com laser deve ser sempre realizada por um médico e requer alguns cuidados antes de iniciar o tratamento. O seu médico deverá testar a sensibilidade da sua pele para definir o grau de intensidade do raio que vai ser usado. Regra geral, antes do início do tratamento é aplicado um creme anestesiante para diminuir algum desconforto causado pelo laser. No final, colocam-se compressas frias e um gel calmante nas zonas depiladas.

O laser provoca uma espécie de queimadura na pele, semelhante a uma queimadura solar, que costuma desaparecer passados dois ou três dias. O tratamento é repetido pelo menos mais 5 sessões com um espaço de cerca de 2 meses entre elas. Os preços variam muito, de acordo com as áreas que se pretende depilar. A pele deve estar no seu tom natural, porque a pele bronzeada não reage bem ao tratamento a laser.

A depilação elétrica, ou electrocoagulação, só costuma ser aplicada em superfícies pequenas (buço, virilhas). Neste método, introduz-se uma pequena agulha no folículo do pêlo que, através de repetidos tratamentos, destrói a fonte de alimentação do pêlo. Agora que você conhece todos os truques, nada a impede de conseguir umas pernas bem cuidadas e elegantes…

E nas zonas sensíveis?

As áreas mais sensíveis, de acesso difícil ou com características especiais, como o buço, braços, sobrancelhas e virilhas, requerem outro tipo de cuidados…

Pinça – Normalmente é usada para retocar a linha das sobrancelhas e outros pêlos que surgem nos locais mais inesperados. Tente arrancar o pêlo e não cortá-lo. Antes de cada utilização da pinça deve desinfectá-la assim como a área que vai ser depilada. Também pode usar este método nas virilhas, se você tiver poucos pêlos, caso contrário torna-se um processo bem doloroso. No final, não se esqueça de hidratar a pele.

Descoloração – Esta é uma das possibilidades. Em vez de retirar o pêlo, você irá “disfarçá-lo”. Pode aplicar este método em áreas, por exemplo, como no buço, nos braços e na barriga. Compre o produto descolorante na farmácia ou peça conselho a sua esteticista. Isto porque é importante você saber aplicar o descolorante na dose certa para evitar alergias ou queimaduras. Com a descoloração, os pêlos não deixam de existir, mas tornam-se menos visíveis.

Fonte: Unisite

Posted Under
Sem Categoria