Lipoaspiração

Homens e mulheres cada vez mais têm procurado estar bem com seu corpo. Hoje a lipoaspiração é uma das cirurgias mais procuradas nos consultórios de cirurgia plástica. Antes de falar da cirurgia propriamente dita, vamos entender um pouquinho sobre a gordurinha localizada, o famoso pnezinho!


No organismo humano existem várias regiões onde há depósito de gordura. A maior parte fica concentrada na região denominada subcutâneo, localizada abaixo da pele. O que irá determinar a quantidade de gordura no organismo vai depender principalmente de fatores genéticos e hábitos alimentares. Uma dieta mais equilibrada e com pouca gordura juntamente com a prática de exercícios aeróbicos propicia uma queima de gordura através de gasto calórico.

Dietas radicais são ineficientes. A perda de peso será momentânea, quando acabar o período de sacrifício (dietas são muito sofridas!!) você voltará a engordar novamente. Partir para uma reeducação alimentar é a melhor saída, Você aprenderá a se alimentar em quantidades corretas para seu nível de gasto calórico diário e saberá balancear os nutrientes.

Praticar exercícios físicos como todos sabem, faz muito bem para a saúde!

À medida que a pessoa avança na idade, o depósito de gordura tende a ficar cada vez maior, formando uma saliência mais ou menos proeminente. No homem a região de maior depósito de gordura é o abdome, já nas mulheres além do abdome também haverá deposito de gordura na região dos quadris (culote).

A técnica de lipoaspiração surgiu no final da década de 70 como um método de retirada de gordura localizada através da introdução de uma cânula metálica no tecido subcutâneo, ligada a um aparelho de vácuo. O movimento da cânula ajuda no desprendimento do tecido de gordura que é aspirada pelo vácuo.

A quantidade de gordura aspirada não deve passar de 7% do peso de seu corpo. Se a lipoaspiração for muito volumosa, a perda sangüínea também poderá ser, causando anemia no paciente. Nas regiões lipoaspiradas, a possibilidade de engordar será menor, é claro que se o paciente manter uma dieta hipercalórica (com grande quantidade de gordura e açúcares), isso será inevitável.
É importante lembrar que a lipoaspiração não é um tratamento para emagrecimento e obesidade.

Uma lipoaspiração não deixa de ser um procedimento cirúrgico, e como todo procedimento cirúrgico na está isenta de riscos. No pós-operatório poderá haver um incômodo que normalmente passa depois de alguns dias. A volta ao trabalho costuma ser rápida e é importante usar uma malha especial para evitar edemas (inchaço), tomar sol somente após três meses de cirurgia. A cicatriz é mínima e imperceptível. É importante também procurar um fisioterapeuta depois da cirurgia para reduzir o edema e se recuperar melhor, diminuindo dores e complicações pós-cirúrgicas.

Se você está interessado em fazer uma lipo, procure um cirurgião membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica.

Fonte: diganaoaerotizacaoinfantil.wordpress.com

Confira matérias relacionadas:

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *