Depilação: escolha o melhor método

O verão chegou e pede corpos bonitos, dourados e sem pêlos. Seja qual for o método escolhido, antes de depilar-se é preciso tomar alguns cuidados. Tanto as modernas técnicas laser, que extraem o pelo por até dois anos, e a eletrólise, até as comuns ceras, cremes depilatórios e gilete, exigem produtos específicos para não agredirem a pele.

Quem optar pela depilação laser não deve esquecer de aplicar um creme anestésico duas horas antes do tratamento, para evitar ardências na pele causada pelo calor do raio. A aplicação é indolor e leva meia-hora para axilas e virilhas e uma hora para pernas. Este método impede o crescimento dos pêlos por até dois anos.
O tratamento laser é contra-indicado para a pele bronzeada, porque pode manchá-la. Além disso, como a pele fica sensível só deverá ser exposta ao sol duas semanas após a aplicação.

Outro método bastante eficaz e mais barato que o laser é a eletrólise. A aplicação leva em média 30 minutos e é feita pêlo por pêlo, com um aparelho semelhante a uma caneta. Com uma agulha na ponta, ele emite uma descarga elétrica no bulbo do pêlo, para queimar sua raiz.

Como este é um método que deve ser realizado somente por profissionais qualificados, ele é mais indicado para buços, virilhas, axilas e sombrancelhas. Os pêlos vão enfraquecendo com o tratamento e num prazo de até dois anos, eles podem ser elimiados ou reduzidos consideravelmente.

As ceras quentes e frias são os métodos mais utilizados para a depilação. Dentre os produtos, os mais recomendados são base de ingredientes naturais, como ervas, mel e algas. A cera quente é a mais usada porque abre os poros e remove os pêlos com maior facilidade, funcionando como um anestésico. Já a fria provoca um pouco mais de dor. Depois desta depilação a pele precisa estar protegida do sol com um fator mínimo 15.

Já quem optar pela gilete deve usar sempre um hidrante após a raspagem dos pêlos, para evitar irritações na pele. Esse método, embora seja o mais rápido, prático e barato meio de depilação, provoca o encravamento dos pêlos com o tempo.

Fonte: www.unisite.com.br/saude/depilacao.shtml

Confira matérias relacionadas: