Contra o frio, hidratar, hidratar!

frio.JPGBaixas temperaturas, vento seco, banhos quentes e aparelhos de aquecimento são causas principais da desidratação da pele no Inverno. Nesta época, são frequentes as queixas de herpes, descamações, alergias e comichões, que podem ser evitadas com uma rotina

Nos meses de calor, as glândulas sudoríparas transpiram para refrescar o organismo. Durante o Inverno, a ausência de suor provoca a desidratação da pele. A água quente, os sabonetes e a exposição a mudanças rápidas e radicais de temperatura também desiquilibram o nível de oleosidade natural. Sem a camada protectora de gordura, a pele fica seca, sensível e propensa intensificação de sinais de envelhecimento, como as rugas e a flacidez.
A solução é hidratar, para proteger e prevenir. Cada parte do corpo merece cuidados específicos:

Rosto
É uma das zonas do corpo mais expostas e a primeira a sofrer com os efeitos do frio. O ideal é adoptar produtos com uma acção de limpeza suave para evitar a sensação de pele repuxada e eventuais descamações. Recomendam-se desmaquilhantes e loções sem acção detergente e Ph neutro. Depois da limpeza, aplique um creme hidratante com ceramidas, óleo de amêndoas doces, germén de trigo, ureia ou ácido hialurónico. Quem tem a pele oleosa pode procurar produtos hidratantes livres de óleo que contenham extracto de ginko biloba e vitamina C.
Habitue-se a ter na mala um aspersor de água termal – rica em minerais – pode ser borrifada sempre que o rosto estiver seco ou sensível.
E não esqueça que, apesar do frio, o filtro solar é essencial. Para além de defender a pele dos raios UV, o protector forma uma barreira contra a poluição, vento e alterações bruscas de temperatura. Conforme o tom de pele, escolha um creme hidratante com factor de protecção entre 8 e 15.

Lábios
Eles também merecem atenção especial no frio. A secura mais intensa nesta área pode desencadear crises de herpes em portadores do vírus. O ideal é aplicar hidratantes (com protecção UV) em forma de batom ou sticks labiais, algumas vezes por dia. Prefira fórmulas com propriedades cicatrizantes e efeitos prolongados. Invista também num concentrado para o contorno da boca para usar durante a noite.

Corpo
As substâncias dos cremes para a face e para o corpo são as mesmas, a diferença está na concentração dos activos de cada um. Quem usa um creme concebido para o rosto nos braços ou nas pernas não vai ter o efeito desejado. E o produto indicado para o corpo pode ser muito oleoso para a face e até causar acne. Por ser mais grossa que a pele do rosto, a do corpo merece uma hidratação mais intensa. Adopte um creme hidratante potente, que deve ser aplicado antes de deitar, após o banho.
As loções mais indicadas são as dermatológicas, venda em farmácias. Se não resultarem, consulte um dermatologista. Ele poderá receitar um produto manipulado com substâncias nas quantidades exactas para o seu caso.
Durante o duche, esforce-se por moderar a temperatura, a duração e o uso de sabonete. A água muito quente e as imersões prolongadas eliminam o manto lípido da pele e prejudicam a circulação. Para ensaboar, prefira um óleo de banho. Uma vez por semana, faça uma esfoliação caseira para remover células mortas da superfície da pele, activar a circulação e promover a absorção do creme que aplicar a seguir.

Confira matérias relacionadas: